Mudanças

                         Ano passado (2017) foi um ano de mudanças drásticas. A começar pela minha decisão de abandonar a família e ir morar em outra cidade, além da consolidação da mudança total de carreira de desenvolvedor para músico. Entretanto, aos dezoito anos, pouco depois de sair do meu estágio do ensino médio, alguns amigos e parentes me começaram a pedir para ter aulas. Pensei comigo: Ora, mas eu não sei dar aulas.
Dane-se, vamos tentar. Após certo tempo tomei uma atitude: morávamos em uma casa com um muro branco na frente, e com bastante visibilidade. Foi então que pedi a minha mãe, que pegou sua bicicleta e andou quilômetros, para comprar duas latas de tinta, uma de cor laranja (adoro laranja), outra preta, e um pincel. Com as tintas em mãos e umas fitas, pintei no muro da frente: “Guitar Masters – Aulas de guitarra e violão”, botei meu número e algumas outras informações, juntei uma graninha, e fiz um cartão de visitas com uma pauta e um monte de figuras mal grafadas. Logo começaram a aparecer um ou dois alunos a mais, e aos dezoito anos eu fazia dinheiro com a Música, que era pouco, é verdade, mas era fruto de um trabalho que eu faria de graça.

                         Pois bem, logo vieram as crises de incertezas, e durante uma delas enquanto eu procurava um anúncio de emprego nos classificados, veio o seguinte: “Precisa-se de professor de violão e guitarra”. Imediatamente conversei com um amigo no msn (os mais novos não devem conhecer, mas é o famigerado Messenger) com quem eu tocava, sobre a possibilidade de enviar meu currículo, e para a minha surpresa ele disse que trabalhava na escola do anúncio. A partir daí nunca mais parei, mesmo durante a carreira de desenvolvedor de sistemas, paralelamente eu continuei a dar aulas e a tocar profissionalmente.

                        Passaram-se oito anos e uma graduação após essa atitude. No meio desse caminho tantas coisas aconteceram. Medos, indecisões de um geminiano, mudanças internas, mudanças externas, traumas e crescimentos por consequência de tudo isso. O caminho é árduo, desgastante, por vezes aparentemente com pedras demais pra se aguentar, porém ao fim de mais esse ciclo, eu gostaria tomar uma atitude extremamente clichê e surrada. Hoje faço licenciatura em Música, tenho um quarteto tocando coisas que sempre quis, consigo me manter exclusivamente com a Música, moro em uma cidade linda do sul do país, e não há outra palavra pra expressar esse sentimento se não a gratidão.

                        Obrigado 2017, e que 2018 seja tão transformador quanto, pois assim como a música, a vida é movimento.

1101total visits,1visits today

2 comments for “Mudanças

  1. June 26, 2018 at 9:39 pm

    It works very well for me

  2. August 17, 2018 at 8:30 pm

    I enjoy the article

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Obrigado pela visita!

Deixe seu e-mail, e fique atento às novidades.

Muito obrigado!

Muito grato em ter você por perto!